Blog

Como os médicos podem se beneficiar das transmissões ao vivo.

Medicina
Dicas

Como os médicos podem se beneficiar das transmissões ao vivo.

Umas das formas de divulgação de conteúdo que está em alta nos dias atuais é a live. Essa transmissão ao vivo ganhou destaque com a necessidade de pensar em outras formas de interação durante o período de distanciamento social, medida que auxilia no controle da propagação da Covid-19. Até mesmo na área da saúde a live médica tem se apresentado como tendência e boa opção para levar informação aos outros, melhorando o conhecimento de áreas como a telemedicina.

Não tão populares como as lives de entretenimento, as transmissões profissionais, realizadas especialmente por médicos e psicólogos, têm ocupado boa parte do espaço em redes sociais, proporcionando grandes oportunidades de troca com espectadores e reconhecimento. 

Pensando em como a live médica pode ser uma forma importante de divulgação e um novo canal de comunicação entre você e seus pacientes, desenvolvemos o conteúdo de hoje com dicas que vão ajudá-lo criar sua própria transmissão. Confira!

O que é live

Traduzindo para o português, a palavra live significa “ao vivo”. Ou seja, são transmissões digitais momentâneas com áudio e vídeo. As plataformas digitais costumam oferecer novos recursos de forma periódica para melhorar o marketing digital, e as redes sociais não são as únicas plataformas que permitem ao usuário realizar transmissões, no entanto, são as mais utilizadas pela simplicidade e facilidade de acesso.

Por que fazer uma live médica

Atualmente, a live é um recurso que está sendo utilizado para o engajamento e visibilidade online. De acordo com a pesquisa realizada pela Livestream, 80% dos usuários preferem assistir lives do que realizar leituras em blog.

Os conteúdos em formato de vídeo já são utilizados para aulas, especializações e até mesmo cursos de medicina online. As transmissões ao vivo permitiram que a interação aumentasse o engajamento, tornando o contato mais íntimo, principalmente em períodos em que as pessoas devem manter-se fisicamente distante.

Em uma live médica o profissional pode interagir com seus seguidores, aproximando-se de

novos, questão que auxilia na fidelização de pacientes. Ainda que muitos sejam resistentes à esse tipo de divulgação, essa é uma das melhores ferramentas para investir em sua presença online. 

O médico deve aproveitar o momento de dúvidas e inseguranças em relação à pandemia, e realizar uma live médica com o objetivo de esclarecer questões sobre doenças relacionadas à sua especialidade, à outras áreas junto de outros profissionais, ou mesmo sobre o Novo Coronavírus. 

Como realizar uma live de qualidade

Realizar uma live médica de qualidade não é tão difícil, no entanto, deve-se ter organização e planejamento a fim de que seu conteúdo possa acrescentar algo na vida das pessoas, sem perder o foco. Aplicativos como o Instagram permitem sua utilização com baixo valor de investimento e sem qualquer tipo de customização. Dessa maneira, não é necessário investir em programas específicos, talvez somente em aplicativos que facilitem a vida do profissional. Confira alguns passos indispensáveis para criar uma live médica com qualidade:

  • monte um roteiro simples, com tópicos sobre os assuntos que serão abordados, evitando perder-se durante a fala, ou mostrar insegurança no transmissão;
  • organize o cenário em um ambiente apropriado, sem muitos ruídos externos e com boa iluminação;
  • prefira utilizar fones de ouvido para evitar que seu áudio saia com grandes ruídos, ou com atraso na fala;
  • lembre-se de interagir com as pessoas durante a live médica, agradecendo pela presença, principalmente no início da transmissão;
  • fique atento aos comentários e peça sempre feedbacks à sua audiência (exemplo: vocês estão ouvindo bem?);
  • durante a transmissão, escolha algumas perguntas que chegaram para responder. É importante que as pessoas que estão assistindo sintam-se próximas;
  • caso ocorra algum problema técnico durante a live médica, peça desculpas e certifique-se de que a transmissão voltou ao normal antes de dar continuidade ao assunto.

As facilidades que essas ferramentas oferecem facilitam a transmissão e interação, no entanto, o planejamento é essencial para que você se destaque entre outras lives, levando conteúdos que possam manter o espectador interessado no que você tem a oferecer do início ao fim. Conheça um pouco mais sobre estas e outras dicas. 

Elaboração de um roteiro

Apesar de uma das grandes características das lives em redes sociais ser a informalidade, é fundamental que o profissional crie um roteiro antes de iniciar a live médica. Além de sua identificação, tópicos com os principais assuntos que serão abordados devem constar nesse documento. 

Ele será seu guia enquanto você estiver na transmissão, auxiliando na contextualização caso alguma informação seja esquecida. Além disso, é uma boa maneira de organizar os conteúdos, e não deixar a transmissão repetitiva e monótona. 

Preparação do cenário

Para os profissionais da medicina, o melhor cenário para uma live certamente é o consultório, contudo, o escritório da casa também é uma boa opção. O importante é que o local tenha iluminação adequada, além de ser silencioso. 

Evite ambientes com sons externos que possam atrapalhar a transmissão. Deixe seu telefone no silencioso antes de iniciar, feche as janelas para evitar ruídos como vento ou e trânsito, e utilize iluminação artificial.  

Divulgação

Se o profissional já tiver um perfil no Instagram ou outra rede social que será utilizada para a transmissão da live médica, deverá fazer uma postagem informando a data, horário e o tema que será abordado. Caso o perfil ainda esteja em construção, as informações podem ser enviadas via e-mail, SMS ou qualquer outro canal que o profissional utilize para se comunicar com seus pacientes. Esse passo é muito importante para que os seguidores, pacientes e futuros pacientes possam programar-se para acompanhar o conteúdo.

Teste de ferramentas e ambiente

Caso ainda seja novo no universo do marketing digital, o médico deve testar a gravação em seu celular, tablet ou computador. Gravar a si mesmo seguindo o roteiro e reproduzindo o conteúdo que pretende abordar ao transmitir a live médica é uma maneira de praticar, trazendo fluência à fala, aprimorando a oratória, promovendo autoconfiança, e auxiliando na revisão de possíveis falhas. Dessa forma, o médico poderá ainda avaliar se o ambiente escolhido está adequado em questões referentes ao som e iluminação.

Interação com o público

Conversar com as pessoas que estão assistindo a live médica é uma forma de mostrar que o profissional se importa com as dúvidas, opiniões e que realmente está disposto a levar soluções para os problemas de cada um. 

É preciso lembrar-se que a missão em transmissões como essas é a promoção a saúde dos pacientes. Quem resolve acompanhar uma live médica está em busca de bem-estar e qualidade de vida, portanto, as perguntas vão surgir normalmente, por essa ser uma preocupação de todos.

Salvar o conteúdo

Salvar o conteúdo de vídeo após a transmissão é uma alternativa que está presente nas diferentes plataformas escolhidas. É essencial que o médico selecione essa opção antes de iniciar a live, deixando-a disponível 24 horas após seu encerramento. Essa escolha pode ajudar a esclarecer dúvidas de pessoas que perderam parte da transmissão, e conquistar novos seguidores. 

A importância de realizar uma live corretamente

Seguir corretamente os passos sugeridos para realizar uma live médica é fundamental para garantir engajamento e fidelização de seu público. Se o médico estabelecer uma periodicidade nas transmissões, levando conteúdos relevantes para a live, a tendência é que as pessoas que assistam façam propaganda para amigos e familiares, contribuindo para aumentar o número de visualizações.

Além disso, a utilização de hashtags (#) segmentadas auxilia no acesso ao conteúdo, facilitando que as pessoas conheçam seu consultório. Consequentemente, o profissional terá a possibilidade de captar novos pacientes e tornar-se referência em sua especialização. 

Para aqueles profissionais que não sentem-se seguros para realizar transmissões sozinho, é possível contratar serviços especializados para ajudá-lo, além de ler mais sobre o marketing digital e gestão para profissionais de saúde. A seguir, você poderá conhecer um pouco mais sobre como utilizar algumas das principais plataformas para a transmissão de lives.

Live no Instagram

Para realizar uma live médica no instagram, será necessário somente um celular e uma boa conexão de internet. Para aqueles que buscam um ar mais profissional, algumas opções de uso são equipamentos como estabilizadores, tripés e outros. Para iniciar a live o passo a passo consiste em:

  • abrir o aplicativo;
  • acionar o modo stories, clicando na foto do perfil da conta no canto superior esquerdo da tela;
  • na opção stories, deslize a parte inferior na tela até a opção “ao vivo”;
  • clique em iniciar vídeo, e comece sua transmissão.

A partir desse momento, o profissional terá 59 minutos para realizar sua live médica. Durante esse tempo, será possível ver quantas pessoas estão assistindo, visualizar comentários, respondê-los e até mesmo convidar uma pessoa para participar do vídeo. 

A transmissão será encerrada quando o responsável clicar em encerrar, na parte superior da tela. Para manter a live por 24 horas em seu perfil, o profissional deverá salvá-la, como comentamos anteriormente. 

Live no Facebook

Assim como no Instagram, o Facebook disponibiliza a opção de transmissão de forma simples, com a necessidade somente de um celular e internet. Confira o passo a passo para começar sua transmissão nessa rede social:

  • abra o aplicativo do Facebook, clique no espaço destinado ao compartilhamento de status, e escolha a opção “live ao vivo”;
  • uma tela se abrirá, nela será possível determinar o público da live, a qualidade da câmera, e mais detalhes;
  • clique em iniciar sessão e a transmissão será iniciada.

Live no Youtube

Como em outras plataformas, para realizar uma live médica no Youtube o primeiro passo é ter um canal. Caso o profissional já tenha um canal, é preciso ativar o recurso live para que seja possível realizar a transmissão. 

Basta clicar no ícone “criar um novo vídeo ou postagem” e selecionar a opção “transmitir ao vivo”, no canto superior direito da tela. Em seguida, uma nova página será aberta para que seja possível ativar a função de live e, em um período de até 24 horas, a conta deverá estar pronta para realizar vídeos ao vivo no canal. Para começar a transmissão, o médico deverá realizar os seguintes passos:

  • entrar na conta;
  • clicar no ícone da transmissão ao vivo;
  • inserir os dados, e começar a live.

Normas de ética em redes sociais

Para que o profissional tenha sucesso em sua live médica, ele deverá seguir também as normas de ética estabelecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) relacionadas a participação do médico em divulgação de assuntos profissionais em qualquer meio de comunicação de massa, afinal, não é tudo que se pode publicar em um site ou canal médico.

De acordo com as normas, o profissional deve pautar pelo caráter exclusivo de esclarecimento e educação da sociedade, não cabendo agir de forma que estimule o sensacionalismo, autopromoção ou promoção de outros, sempre assegurando a divulgação do conteúdo científico comprovado, pertinente ao interesse público. 

Seguindo as dicas acima, você poderá realizar uma live médica engajada, melhorando a comunicação entre médico/pacientes, levando conhecimento e informações corretas, e promovendo a saúde e qualidade de vida para todos que acompanharem. 

Este conteúdo foi útil para você? Então, divulgue-o com colegas de profissão. Quem sabe assim vocês podem realizar uma live médica em parceria?!

Comment (1)

  1. […] Gostou deste conteúdo? Então, veja também como os médicos podem se beneficiar das transmissões online! […]

Deixei sua mensagem aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Tags Populares