Blog

Quanto investir em marketing médico para obter resultados?

Gestão de Clínica Médica Marketing Médico

Quanto investir em marketing médico para obter resultados?

Você sabe quanto investir em marketing médico? Essa dúvida é muito comum entre médicos que desejam melhorar seus resultados com ações digitais. O investimento em marketing digital voltado para a área médica deve ser calculado de forma clara, pois exige a análise de pontos como lucratividade, faturamento, percepção de marca, e concorrência.

Se você ainda não faz parte dos profissionais que investem nessa área, é bom começar agora. No conteúdo de hoje, você poderá entender melhor quanto deve investir em marketing médico para obter mais resultados. Vamos lá?!

O que é marketing médico?

Para aqueles que ainda não estão familiarizados com o termo, marketing médico consiste em estratégias e esforços de comunicação destinados à área da saúde. Fundamental para atrair novos pacientes, ele auxilia na divulgação dos serviços da clínica ou consultório médico do profissional. 

Esse conjunto de estratégias vai além da propaganda, sendo utilizado para mostrar a qualidade dos serviços, e se os mesmos atendem às necessidades de tratamento do paciente. Assim como marketing em outros segmentos, o marketing médico exige estratégias voltadas para seu público, adaptando-se aos pacientes das clínicas, consultórios e pessoas que buscam atendimento no momento de identificar ou tratar algum problema de saúde. 

Por que adotar marketing médico?

Alguns profissionais ainda olham com resistência para alternativas como marketing digital médico. Contudo, essa é uma eficiente ferramenta para ampliação de pacientes e divulgação de clínicas e consultórios. Veja a seguir, os principais motivos pelos quais os médicos devem adorar o marketing médico.

Procura de clínicas e médicos na internet

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Ciência,Tecnologia e Qualidade (ICTQ), 40,9% dos brasileiros procuram um diagnóstico para seus sintomas utilizando a internet. Imagine então, seu consultório aparecer como uma referência para o tratamento daquela doença durante uma busca. Isso pode ser alcançado com o marketing médico.

Profissionais e clínicas alimentam sites e redes sociais com informações relacionadas à doenças, sintomas e tratamentos, com o objetivo de tornarem-se referência à esses pacientes e, consequentemente, serem procurados para consultas e tratamentos.

Começa na internet a relação de confiança entre médico e paciente. Por esse motivo, estar bem posicionado online, ou seja, aparecer com mais facilidade nas buscas do pacientes, aumenta as chances de ter uma agenda repleta de novos pacientes, além de ajudar na fidelização dos antigos.

Para que isso aconteça, é importante desenvolver um trabalho de qualidade, que seja desenvolvido e complementado com outras estratégias como anúncios online, conteúdos otimizados, e-mail marketing e outras estratégias de marketing digital.  

Possibilidade de influência

Diferente dos outros, o marketing médico na internet pode ser aplicável aos mais variados segmentos, desde pequenos consultórios até hospitais e grandes instituições podem investir nessa estratégias para obter resultados satisfatórios, fazendo do marketing digital para médicos uma ferramenta com excelentes resultados que cresce a cada dia no Brasil.

Dos usuários que buscam informações sobre profissionais e clínicas na internet, 40% deles baseiam suas decisões, de consultar ou não, em avaliações de outros pacientes após ler os relatos online. 

Por ser o internauta influenciável, as técnicas de marketing médico podem colaborar na tomada de decisão. Entretanto, devemos ressaltar que, com as estratégias de marketing digital, o paciente encontra o médico no momento exato de sua necessidade, tornando os esforços mais efetivos do que em estratégias do marketing de interrupção. 

Investimento baixo 

Muitos profissionais e clínicas não dispõem de altos valores para investir no marketing médico. No entanto, as estratégias de inbound marketing têm um valor mais baixo, além de apresentar um ROI (do inglês Return Over Investment: retorno sobre investimento) muito mais fácil de ser mensurado.

Estima-se que os leads gerados por meio de estratégias de inbound marketing custem até 60% menos que os de outbound marketing, ou seja, técnicas tradicionais de marketing. Para cobrir os custos acerca do marketing médico, é só aumentar a demanda no consultório ou clínica, por meio do investimento. 

É preciso ainda estar disposto a investir um valor que possa gerar resultados, visto que, de acordo com alguns segmentos, o baixo investimento não terá o retorno que se espera devido à competitividade. Para clínicas e consultórios que desejam crescer em faturamento e volume de pacientes, o profissional não deve desprezar as estratégias do marketing digital para médicos. 

Retorno mensurável 

Ao investir no marketing médico, o retorno esperado irá depender do objetivo da estratégia de marketing que foi definida e gerenciada, como a construção de imagem no mercado, aumento do número de pacientes, aumento da quantidade de procedimentos, fortalecimento do nome ou marca, entre outros. 

A gestão ideal de marketing médico deve mensurar o desempenho de todas essas ações, assim como os resultados que elas geram para o negócio. Investindo em ações digitais, o acompanhamento torna-se facilitado, uma vez que tudo é medido, como visitas ao site, engajamento, curtidas e até quem está interagindo. Esse controle facilita a mensuração do ROI.

Possibilidade de interação

As redes sociais se tornaram vitais para toda profissão, incluindo médicos e profissionais da saúde. Nelas estão presentes pacientes, seus familiares e amigos, além de futuros pacientes, todos trocando informações e indicações.

Ainda que alguns profissionais possam pensar que isso não se aplica a determinada área média, seja pela faixa etária ou algum tipo de limitação, devemos ressaltar que, quando alguma faixa etária não está mais no meio digital, seus familiares com certeza estão.

Em casos como esse, é a própria família que define quem deverá atender seu ente querido, sejam filhos, netos ou irmãos. A partir do momento em que seu público identifica a presença ativa e a possibilidade de contato permanente, ocorre uma maior percepção no valor de seu negócio, visto que esse posicionamento gera mais credibilidade para o nome do profissional no mercado.

Além disso, é fundamental que a interação com os pacientes e a presença online em redes sociais seja de forma ética e responsável, seguindo a regulamentação do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Responsabilidade social

A responsabilidade social foi uma das questões que conscientizaram muitos médicos sobre a necessidade do posicionamento público. Afinal, a sociedade anseia por informações sobre saúde, principalmente em tempos de pandemias, e a internet ainda é o primeiro canal de informação. Por isso, informar a população com conteúdos relevantes, esclarecer dúvidas, e acabar com mitos e notícias falsas, tem se tornado uma crescente.

O posicionamento pode ser equiparado a ações de marketing de conteúdo, em que o que se trabalha é a informação, partindo do princípio de entregar conhecimento ao público de forma gratuita, construindo autoridade sobre o tema. Esse trabalho de médio a longo prazo apresenta resultados efetivos e sustentáveis, sendo uma excelente forma de investir em marketing médico.

Relação custo X benefício

Investir em marketing médico permite que o profissional se veja diante do desafio de estar atento ao mercado. Logo, percebe como a postura pode alavancar seu negócio. Definindo uma boa estratégia, torna-se possível obter retorno significativo em imagem, marca e movimento. Além disso, a relação entre custo x benefício ao realizar ações de marketing médico é extremamente positiva, principalmente no meio digital.

Maior alcance

A amplitude do alcance das ações é outro motivo que têm levado muitos profissionais da área médica a investirem em marketing digital. Anúncios, blogs, redes sociais, ações de marketing de conteúdo e outras estratégias alcançam audiências muito maiores por valores bem razoáveis.

Como fazer marketing médico com sucesso?

Assim como em outras formas, a estratégia de marketing médico deve seguir alguns passos básicos, porém fundamentais, para alcançar o sucesso. Acompanhe abaixo, como fazer para alcançá-lo.

Invista na percepção de marca

Um ponto que requer cuidadosa análise é a percepção da marca. Afinal, o modo como você é percebido ajuda a definir o valor que deve ser investido em seu marketing médico. Quanto mais acirrada sua concorrência, maior será a quantia que você deverá investir para criar essa percepção de marca. 

Para profissionais que já possuem um nome bastante conhecido em sua especialidade médica, indica-se investir em marketing digital de 6% a 12% de seu faturamento. Lembrando que há uma grande variação, e o médico deve considerar o tamanho de sua clínica ou consultório, número de funcionários, e demais fatores.

Para profissionais que estão começando a carreira é preciso investir um pouco mais, sendo indicado de 12% a 20%. Isso porque existe a necessidade de ser reconhecido pelos pacientes, melhorando as margens de lucro do profissional.

 Defina seus objetivos

São diversos os objetivos que podem ser alcançados com o marketing médico. O ideal é definir de forma clara quais serão, pois, são os objetivos que vão determinar as ações no restante de seu planejamento. Veja alguns dos quais você pode estabelecer:

  • conquistar novos pacientes;
  • fidelizar os pacientes atuais;
  • educar a sociedade sobre a importância de atividades ou os riscos de algumas doenças específicas;
  • posicionar-se como autoridade em determinada especialidade ou tipo de tratamento.

Escolha as estratégias

São muitas as estratégias que estão à disposição no marketing, por esse motivo, tentar tudo de uma única vez pode ser um caminho problemático e pouco eficaz. A melhor forma é entender como funciona cada estratégia, seja ela tradicional ou digital, é escolhendo a que faça mais sentido em sua profissão e para seus objetivos. Veja algumas delas que podem ser investidas.

Marketing de conteúdo

Uma das principais formas de atrair pessoa atualmente, o marketing de conteúdo apresenta retorno sobre alto investimento. Por meio de conteúdos relevantes para o público-alvo que se deseja alcançar, torna possível conquistar a atenção dessas pessoas, e ajudá-las verdadeiramente.

Site pronto para conversão

Para investir no marketing médico, é fundamental desenvolver um site bem projetado e que esteja pronto para conversão. Afinal de contas, o site pode ajudar na captação de pacientes, por isso, deve ser otimizado ao máximo com design responsivo, ou seja, com a possibilidade de ser utilizado mesmo por aparelhos móveis. Além disso, existem muitas outras formas de otimizar um site para conversão.

Identidade visual

Uma identidade visual clara e esteticamente agradável é essencial para que os pacientes reconheçam facilmente quando se trata de seu consultório. A identidade visual deve estar clara em todos os canais de comunicação que o profissional escolher utilizar, seja no site, perfis nas redes sociais, ou em cartão de visitas e receituário.

Busque parcerias

Uma estratégia de marketing leva determinado tempo e, na maioria das vezes, o médico não dispõe de momentos livres para dedicar-se a ela. Assim como a medicina, a área de marketing exige conhecimentos específicos para que um bom trabalho seja desenvolvido. Dessa forma, buscar profissionais capacitados como parceiros é uma das melhores maneiras de colocar o marketing médico em prática, e de forma eficaz.

Acompanhe os resultados

O acompanhamento do progresso de cada estratégia de marketing aplicada é essencial para perceber se está surtindo efeitos ou não. Em alguns casos, algumas mudanças podem ser necessárias para que os objetivos definidos sejam alcançados. Acompanhar os resultados é uma das partes mais importantes do marketing, por isso, mantenha-se informado.

Como usar redes sociais no marketing médico?

Outras opções para trabalhar bem o marketing médico, as redes sociais normalmente utilizam práticas em empresas que não são permitidas no marketing médico, no entanto, você verá isso um pouco mais adiante. Veja ao que é preciso ficar atento, e como usar o máximo de ferramentas sem violar nenhuma lei.

Facebook

É importante que o profissional evite criar um perfil pessoal no Facebook para a prática médica. No lugar disso, é apropriado utilizar o recurso próprio para marcas e negócios, denominado fanpage. Esse modelo de página oferece mais recursos próprios para que o médico possa cultivar uma relação próxima com seus pacientes, compartilhando conteúdos relevantes e até mesmo escolha o tipo de público-alvo que irá receber suas postagens.

Twitter

Dinâmica, o twitter é uma rede social em que usuários compartilham mensagens curtas, e é um dos principais veículos para transmissão de novidades e notícias ao vivo. Algumas formas de usar bem essa rede incluem o compartilhamento de links relevantes sobre saúde, enviando alertas de agências de saúde, e destacando benefícios de algumas práticas de prevenção.

Instagram

O Instagram é uma rede social que tem crescido tanto em alcance que é impossível ignorar seu uso, mesmo que para o marketing médico. Voltada para fotos e vídeos curtos, essa rede tem um tom mais leve e divertido quando comparada à outras. Por isso, é importante não adotar um tom sério demais ao utilizá-la. Destacar fotos, transmissões ao vivo, vídeos com curiosidade e fatos importantes sobre diferentes doenças e tratamentos é uma boa forma de utilizá-la.

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social que tem como objetivo o encontro profissional, conectando o médico com pacientes e também colegas de profissão. Dessa forma, além de uma canal de marketing, a rede também é um excelente lugar para promover o networking, sua marca pessoal, e expor artigos publicados em periódicos médicos, mostrando sua capacitação profissional.

WhatsApp

Apesar de não se tratar de uma rede social, o aplicativo serve como excelente ferramenta de comunicação, e pode ser usado para oferecer atendimento personalizado à seus pacientes. Contudo, não é permitido realizar consultas ou diagnósticos à distância por meio do aplicativo. Sua utilização deve ser para comunicação, agendamento, envio de resultados, lembretes de consultas, e afins.

Quais as limitações legais para o marketing médico?

Alguns limites são apresentado pela lei quando o assunto é divulgação e publicidade de serviços relacionados à área da saúde na internet. Por isso, no momento de investir em marketing médico, é fundamental que o profissional conheça o Manual de Publicidade Médica. Criado pelo CFM, o manual determina como a divulgação de materiais publicitários voltados para consultórios e clínicas deve ser feita. Veja algumas de suas recomendações.

Divulgação de equipamentos, serviços e custos

É possível a divulgação de equipamentos usados na realização de serviços do consultório, no entanto, a propaganda não deve ser explícita, deixando a mensagem de que equipamentos e serviços terão 100% de eficácia. Também não é permitido divulgar valores e nem utilizar de termos como “o mais barato”, “o melhor” ou “obtenha resultados garantidos”.

Fotos de pacientes 

Na utilização de imagens e fotos de pacientes, não é permitido o uso de fotos com a intenção de divulgar serviços em anúncios televisivos, impressos ou na internet. Deve-se salientar ainda que a proibição persiste mesmo que o paciente autorize o uso da sua imagem.   

Realização de entrevistas

É permitido conceder entrevistas, entretanto, o objetivo delas deve ser apenas de esclarecer dúvidas dos pacientes e abordar alguns temas que sejam pertinentes para promover a saúde e bem-estar das pessoas. O profissional pode até divulgar o seu título de especialista e seu registro no Conselho Federal de Medicina, contudo, é possível mencionar apenas duas especialidades.

Você conferiu quanto investir em marketing médico para obter mais resultados em seu consultório ou clínica. Lembre-se que essa ferramenta é fundamental para o crescimento de seu negócio, nome e marca, aumentando o número de pacientes, fidelizando aqueles que já são antigos, e melhorando a presença profissional na internet, ao permitir que ele seja encontrado com maior facilidade.

Gostou das informações deste conteúdo? Então, continue aumentando seus conhecimentos conhecendo 6 cursos que você deve fazer para atualização médica!

Comment (1)

  1. […] no trabalho, assim como as tarefas pelas quais elas são responsáveis. Setores como financeiro, marketing médico, gestão de pessoas, todos devem constar neste documento, afinal, ele será seu plano de […]

Deixei sua mensagem aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *